An@ Encantada

Porque sim…

Em limpezas


Limpei a lista de Blogs aqui do lado. Tal como nas amizades, também na blogosfera aqueles que gostamos de ler hoje não serão necessariamente aqueles que gostaremos de ler amanhã. Havia malta que já não me cativava. Agora gosto destes!

Anúncios

Doem-me os gémeos

Isto de fazer exercício é muito bonito, principalmente, quando andamos a ver o Biggest Looser e vemos os treinadores a malhar forte e feio naquela gente. Eu penso sempre: “vou fazer isto”. E depois vêm as dores porque passei 5m (ya, só 5m!) a andar de lado na passadeira. Pensam que é para meninos? Então experimentem e vejam como é bom e bonito.

O importante é que faltam 3 meses para Ibiza e a menina tem que estar no seu melhor. Venham os chás. Mudanças na massa gorda (aka celulite) é que nem vê-las, mas é preciso é ser persistente e manter a esperança acesa. A Irina está mesmo aí em baixo…

Eis o choque

Quando pensamos que já nada nem ninguém nos pode surpreender, eis que a surpresa, ou o choque, o desapontamento, a tristeza, o desgosto (and so on) nos apanha desprevenidos numa tarde de domingo, aparentemente igual a tantas outras.

Mas para todos nós, em diferentes graus, obviamente, nada voltará a ser igual. E esta mudança é tão dura, tão revoltante, tão evitável, que enraivece até quem está de fora.

Hoje tudo mudou para nós.

Objectivo Ibiza 2011

Ficar assim

Sem recorrer a isto

Operação Ibiza 2011

Já começou. E é desta que eu me mantenho fiel. Sem desculpas, sem faltas de tempo, mas, acima de tudo, sem preguiça. Ontem 45m de exercício para começar, porque não podemos entrar logo a matar. Tenho de regressar ao chá verde para completar o plano. Acima de tudo é preciso persistência e disciplina. Coisas que não combinam comigo, portanto. Ou seja, mais um motivo para não ser fraca.

O milagre que não vai acontecer

O Benfica não vai ser bicampeão. Todos o sabem, mas poucos têm a coragem (ou a vontade) de o admitir. E é uma pena. Está lá tudo: o jogo, a garra e até a estrelinha de campeão, que ontem veio, mais uma vez, dar o ar da sua graça.

O que três jogos podem fazer por todo um campeonato. Sem os nove pontos perdidos de Académica, Nacional e Guimarães, até podíamos ter sido goleados no Dragão que estaríamos na frente, com um ponto de avanço e dependeríamos só de nós. E era tão lindo ir outra vez para o Marquês, festejar o bicampeonato. Our time will come.

Questão existencial do dia

Será que se o Chelsea levar o David Luiz nos devolve o Ramires?!